Rota: CCBB - Brasília/DF - Rota Cultural
Categoria: Cultural

Museu, cinema, teatro, café e parque. O CCBB Brasília é tudo isso. Um dos pontos turísticos que não podem faltar na Rota Cultural de moto pela cidade. Localizado no Setor de Clubes Sul, próximo à ponte JK, rodamos 10.9 km desde a Praça do Cruzeiro, nosso ponto de partida, até chegar lá. 

Ao chegar, você já pode entrar no estacionamento interno, bem amplo e gratuito. A área específica para motos está situada na entrada à esquerda ou no final à direita. Seu capacete e jaqueta podem ser deixados no guarda-volume que fica no térreo perto da bilheteria.

Antes de rodar até lá, dê uma olhada na programação do dia, o local oferece exposições, teatro, shows e cinema gratuitamente ou por valores simbólicos. No CCBB Brasília é certo encontrar excelentes mostras culturais, sempre de altíssima qualidade. As exposições são gratuitas, mas alguns outros espetáculos que ocorrem por lá, deve-se adquirir os ingressos na bilheteria ou pelo site www.eventim.com.br nos seguintes valores: Artes Cênicas (teatro, dança e ópera): R$ 30,00 (inteira), R$ 15,00 (meia) e Cinema: R$ 10,00 (inteira) e R$ 5,00 (meia-entrada). A venda antecipada inicia-se aos sábados, duas semanas antes do evento. Em eventos com entrada gratuita, o bilhete deve ser retirado a partir de 1 hora antes da sessão, exclusivamente na bilheteria presencial, limitado a dois por pessoa.

O projeto é do renomado arquiteto Oscar Niemeyer e foi inaugurado em 1993 como sede do Centro de Formação do Banco do Brasil. No final da década de 1990, parte do prédio foi reformada para abrigar as instalações do CCBB Brasília, com o objetivo de inserir a capital do País no roteiro internacional dos grandes eventos e produções culturais.

O edifício é  um harmonioso conjunto arquitetônico de dois andares que se divide em módulos, cabendo ao CCBB parte do prédio principal. O CCBB Brasília é a terceira instituição cultural mais visitada no Brasil e a 38º no mundo, de acordo com o ranking da publicação inglesa The Art Newspaper (abril/2014). 

No acervo do CCBB de Brasília constam obras de renomados artistas, como Di Cavalcanti, Tomie Ohtake, Carlos Scliar, Athos Bulcão e Burle Max. O amplo espaço verde é perfeito para piqueniques, passar um tempo com toda a família e admirar as curvas da arquitetura local. Passe um tempo também em um dos cafés e na livraria Dom Quixote, que funciona das 9h30 às 22h,

Site oficial: http://culturabancodobrasil.com.br/portal/distrito-federal/ 

Telefone: 3108-7600

Compartilhe

Deixe seu comentário